sábado, 12 de agosto de 2017

Nova Diretoria da Associação da Vila Panorama é Eleita neste Sábado 12 de Agosto





Ocorreu entre às 9h e 16h deste sábado 12 de agosto de 2017, na sede da Associação Comunitária da Vila Panorama (ASCOVIPA), eleição da Nova Diretoria da Entidade para o período de 2017/2020, com o propósito de qualificar o atendimento das crianças da Creche, buscar recursos para melhorar a infra-estrutura da comunidade e incrementar projetos sociais em benefícios de todos os moradores.

A nova Diretoria eleita é composta pelos seguintes componentes:


PRESIDENTE: Jorge Luís de Souza Vieira - delegado do Orçamento Participativo e antigo morador da Comunidade. 

VICE-PRESIDENTE: Francisco Geovani de Sousa - é Coordenador do Conselho Popular da Lomba do Pinheiro; Vice-Presidente da UAMPA, delegado do Orçamento Participativo e atuante nas lutas da região por mais de 26 anos.

PRIMEIRA SECRETÁRIA: Patrícia Luciana Ferreira Ramão - é professora da Escola Maria Cristina Chiká, atual secretária da diretoria da instituição e Conselheira do OP da Lomba do Pinheiro.

SEGUNDA SECRETÁRIA: Ana Paula Fraga Bordman - moradora e atuante nas lutas em benefício da comunidade.

PRIMEIRO TESOUREIRO: Luis Carlos Melo - morador antigo da Vila Panorama e atuante nas lutas em benefício da comunidade.

SEGUNDO TESOUREIRO: Rodrigo Benfato Casagranda - comerciante na parada 16, professor de artes marciais e atuante nas lutas em benefício da comunidade. 

PRESIDENTE DO CONSELHO FISCAL: José Alves de Medeiros - ex presidente da ASCOVIPA, atuante lutador em benefício da comunidade. 

PRIMEIRA SECRETÁRIA DO CONSELHO FISCAL: Lurdes Buakovicz - atuante lutadora em benefício da comunidade.

SEGUNDA SECRETÁRIA DO CONSELHO FISCAL: Estela Maris Aguiar Ramos - ex delegada do OP e atuante lutadora em benefício da comunidade.

PRIMEIRO SUPLENTE DO CONSELHO FISCAL: Norma Regina Ligel - atua no Conselho Escolar da Escola Saint Hilaire e atuante lutadora em benefício da comunidade.

SEGUNDO SUPLENTE DO CONSELHO FISCAL: Renato Jesus dos Santos - atuante lutador em benefício da comunidade.

TERCEIRO SUPLENTE DO CONSELHO FISCAL: Clair Gades dos Santos - atuante lutadora em benefício da comunidade.

O pleito ocorreu com tranquilidade e dezenas de moradores compareceram ratificando o processo e legitimado a nominata acima referida, além do acompanhamento do Presidente de UAMPA, senhor Getúlio.

Para aprimorar o trabalho na ASCOVIPA, a diretoria chamará outras lideranças da comunidade para agregar aos departamentos que serão criados ampliando os trabalhos além da educação infantil, tais como: Departamento de Saúde; Departamento de Educação; Departamento de Desenvolvimento, Infra-Estrutura e Segurança; Departamento de Cultura e Captação de Projetos Sociais...

A nova diretoria organizará em seguida reuniões com a SMED para tratar acerca do convênio sobre a Creche; com Diretoria atual e anterior para tratar posse e transição de gestão; com os educadores da instituição, pais das crianças matriculadas na creche e assembléia geral com comunidade para apresentar o novo plano de ação para a comunidade. 

Para buscar benefícios de patrolamentos de ruas, pavimentações, obras de infra-estrutura, apoio e segurança aos moradores e comercio local, bem como implementação de outros projetos projetos sociais, estará em permanente atuação junto ao poder público e buscara apoio aso demais conselhos da região, como: Conselho Popular, Orçamento Participativo, Plano Diretor, Fórum de Segurança, CORAS e outros.

O resultado de um bom trabalho depende muita da participação e apoio de todos os moradores da vila panorama, cujo limite de atuação da ASCOVIPA pode ser conferido nesse link: http://cplombadopinheiro.blogspot.com.br/2017/08/dia-12-de-agosto-moradores-da-vila.html.

Francisco Geovani de Sousa
Coordenador do Conselho Popular
da Lomba do Pinheiro

terça-feira, 8 de agosto de 2017

Seminário Sobre o Arroio Taquara Será Realizado dia 12 de Agosto na Lomba do Pinheiro

Será no próximo dia 12/08/2017, das 8h às 12h, o 1o. Seminário Sobre o Arroio Taquara, com o tema: "ARROIO TAQUARA: O Que Representa na Sua Vida? Venha discutir sobre o futuro do arroio Taquara neste Seminário". O público alvo dirigido são todos os interessados nesse tema de recuperação do referido Arroio e o meio ambiente da região.

O mesmo é uma iniciativa do Grupo de Trabalho (GT) da Bacia do Arroio Taquara, juntamente com a Coordenação da Horta Comunitária; Paróquia Santa Clara, Lideranças Comunitárias e moradores da Região, bem como do poder público: SMED, SMS/SGVS, DEP, DMAE, CRIP Lomba do Pinheiro; postos de saúde do território, Escolas Municipais e Estaduais, Creches locais, UFRGS e USP.

Tem como abjetivo informar, promover discussão, discutir as soluções para a sua recuperação e consolidar formas de gestão e de interação que visem a sustentabilidade e a educação contínua sobre o meio ambiente do território.

Todos são convidados para esse importante evento, que ocorrerá no Espaço da Horta Comunitária, situada nos fundos do Centro Cultural da Lomba do Pinheiro, na Estrada João de Oliveira Remião, na parada 12A. Ao meio dia também será servido uma feijoada aos participantes ao custo de R$12,00.

Mais informações leia nos CARD's abaixo:





Francisco Geovani de Sousa
Coordenador do Conselho Popular
da Lomba do Pinheiro




domingo, 6 de agosto de 2017

Grande Seminário organizado Pelo Conselho Popular Reúne Educadores das Instituições da Lomba do Pinheiro




Ocorreu durante o decorrer do dia 04/08/2017, no auditório da Uergs, situado na parada um da Lomba do Pinheiro o Seminário: "A Lomba do Pinheiro e os Desafios do Marco Regulatório", que reuniu educadores das instituições majoritariamente da Educação Infantil, conveniadas com a prefeitura de Porto Alegre, bem como demais lideranças da Região, para tratar sobre o processo de implantação do Marco Regulatório, cujas informais adicionais sobre o mesmo pode ser visto no link: http://cplombadopinheiro.blogspot.com.br/2017/07/instituicoes-conveniadas-da-educacao.html

Seminário foi desenvolvido em dois momentos distintos. O primeiro ocorreu no período da manhã, onde participaram palestrando e esclarecendo  dúvidas a Advogada Etiene Moreira do SECRASO; Elaine Timen pelo Conselho Municipal de Educação e Caroline Aguirre pelo Fórum de entidades de Porto Alegre. 

Nesta ocasião as mesmas esclareceram pontos de preocupação aos dirigentes de instituições, onde aos as explanações, os participantes interviram manifestando suas opiniões, bem como expondo suas preocupações sobre o tema. 

O segundo momento ocorreu no período da tarde, onde estiveram presentes Dalva Franco do CMDCA e Fernanda Paula da AEPPA. Nessa ocasião as mesmas apontaram sugestões as serem debatidas frente aos pontos elencados pelos palestrantes e participantes.

Entre os encaminhamentos foi deliberado uma reunião para a próxima quarta-feira, dia 09/08/2017, às 19h, no Espaço solidário da Paróquia Santa Clara, na parada 10 da Lomba do Pinheiro, onde devem participar todos os dirigentes de entidades conveniadas e seus coordenadores. 

A ideia é aprofundar encaminhamentos do seminário e continuar vigilantes sobre o desenrolar dos problemas que essas novas diretrizes podem afetar às instituições. Avançando para levara a mesma preocupação aos demais representantes das instituições de outras regiões da cidade, provocando um sentimento na cidade, através do Fórum temático de Educação Infantil.

Ainda surgiu a possibilidade de uma grande audiência pública, com esses seguimentos da cidade, chamando o Prefeito, Ministério Público do Trabalho e demais instituições envolvidas com o Tema. É lembrado que logo que o decreto seja publicado, as instituições com algum problema que não atenda as necessidade do Decreto, tem cinco dias para retificar. Razão que resta preocupação para muitos.

O evento foi de excelente participação, contando com mais de duzentas pessoas assistindo, cujo conteúdo foi de muita valia aos presentes. Mais uma vez o Conselho Popular da Lomba do Pinheiro protagoniza debates relevantes ao conjunto da região e servido de instrumento às necessidades pontuais da população e suas instituições, chegando a pautar a cidade sobres tema concernentes a todos.

Continuaremos juntos de todos que lutam por justiça e solidários às necessidades coletivas para o bem da maioria! Parabéns a todos engajados na organização, a especial parceria da Uergs.

Francisco Geovani de Sousa
Coordenador do Conselho Popular
da Lomba do Pinheiro

Dia 12 de Agosto Moradores da Vila Panorama Elegerá a Sua Nova Diretoria para a Associação de Moradores




Será nesse próximo sábado dia 12/08/2017, entre as 8h e 17h o processo de Eleição da nova Diretoria da Associação Comunitária da Vila Panorama, situada na parada 16 da Lomba do Pinheiro, na Rua Tanai da Silva Boeira, 276, onde está sua sede e também ocorrerá a Eleição.

Votarão todos os moradores da área de abrangência correspondente aos limites da parada 20 sentido Bairro/Centro seguindo pelo lado direito a divisa é o Parque Saint Hilaire até a Rua Catuípe, que sobe ate chegar à Av. Dep. Adão Pretto ; e seguindo pelo lado esquerdo a Divisa é a área de preservação ambiental atras da Rua José Pinheiro Cabral que segue até a Rua da Comunidade. na Parada 15A, na Rua Júlio Cesar Pinto, seguindo a Rua Dandara e seguindo o leito do Arroio Taquara da sua Cabeceira pelo lado Direito até a Rua Passo Fundo e em Direção à Av. Dep. Adão Pretto e fazendo encontro novamente com a Rua Catuípe. 

Todos os votantes devem ter idade superior a 16 anos de idade e devem portar documento com identificação e um comprovante de residência que esteja dentro dessa área de abrangência acima referida.


A votação será em Chapa única, onde a presença para votação é importante para referendar a proposta de trabalho desse conjunto de lideranças, preocupados com o desenvolvimento da comunidade, cujos componentes, são os abaixo qualificados: 


Presidente: Jorge Luís de Souza Vieira e morador Rua Panorama e atualmente é delegado do Orçamento Participativo, representado a comunidade e antigo morador da comunidade.

Vice-Presidente: Francisco Geovani de Sousa é morador da Rua José Pinheiro Cabral. atuante nas lutas da Região da Lomba do Pinheiro por mais de 26 anos; é coordenador do Conselho Popular da Lomba do Pinheiro e também Vice Presidente do Conselho Deliberativo da UAMPA, bem como representante da Panorama como delegado do OP.

1º. Secretário: Patrícia Luciana Ferreira Ramão, é moradora na Est. João de Oliveira Remião, nos prédios da parada 17; é professora da Escola Maria Cristina Chika, atual secretária da Associação da V. Panorama e Conselheira do OP.

2º. Secretário: Ana Paula Fraga Bordman, é moradora na Rua Pedro Alvares Cabral; atuante nas lutas da comunidade.

1º. Tesoureiro: Luís Carlos Melo, é morador na Rua Pedro Alvares Cabral. Morador antigo da comunidade e atuante nas lutas em defesa da comunidade.

2º. Tesoureiro: Rodrigo Benfato Casagranda, é morador na Rua Tanaui da Silva Boeira. Comerciante na parada 16, professor de artes marciais e atuante nas lutas da Comunidade.

Presidente do Conselho Fiscal: José Alves de Medeiros, é morador na Rua Tanaui da Silva Boeira. Atualmente e o presidente da Associação e também veterano morador e lutador pelo bem da comunidade. 

1º. Secretário do Conselho Fiscal: Lurdes Buakovicz, é moradora na Rua Bogotá, e atuante nas lutas da comunidade.

2º. Secretário do Conselho Fiscal: Estela Maris Aguiar Ramos, moradora na Rua Giruá e atuante nas lutas da Comunidade.

1º. Suplente do Conselho Fiscal: Norma Regina Lilgl, moradora na rua Estrada João de Oliveira Remião, membra do conselho escolar da Escola Saint Hilaire e atuante nas lutas pela comunidade.

2º. Suplente do Conselho Fiscal: Renato Jesus dos Santos, morador na Rua Gervásio Braga Pinheiro, atuante nas lutas em benefício da Comunidade.



3º. Suplente do Conselho Fiscal: Clair Gades dos Santos, moradora na Rua Pedro Alvares Cabral, atuante nas lutas pela  comunidade.

É muito importante a participação de todos moradores nesse processo de eleição dessa nova diretoria. Uma comunidade bem representada tende a ser melhor desenvolvida e com possibilidades de melhorar a qualidade de vida da sua população.

A Associação Comunitária da Vila Panorama é uma das três mais antigas da Lomba do Pinheiro, embora pertencendo à Porto alegre há 26 anos, por força do Decreto que desmembrou a mesma e outras seis comunidade, anexando à Capital Gaúcha e 26 de março de 1992. 

Está situada numa das Vilas mais povoada da região da Lomba do Pinheiro e onde também está concentrada a maioria dos comércios do bairro, onde entre os principais estão: três bancos; as principais madereiras; farmácias; restaurantes; dois super mercados; vários comércios de médio portes; academias; lotéricas; agropecuárias; dentistas; lojas de eletro domésticos; CTG; Escolas de músicas; Posto da Brigada Militar; Posto de Saúde; duas escolas (municipal e Estadual); Campo de Futebol; rádio comunitária; uma Creche Comunitária; bem como vária lideranças ativas representando à comunidade, no Conselho do OP; Conselho Municipal de Saúde; Plano Diretor; Conselho Popular e outros seguimentos. 

Eleger essa diretoria é fundamental para a continuidade das lutas em benefício da comunidade, portanto, não deixe de comparecer sábado, dia 12 para prestigiar esse importante evento na comunidade. Pegue seu documento e seu comprovante de endereço, convide seu visino e vá até a sede da Associação onde tem a creche, na Tanaui da Silva Boeira.

No decorrer, após a posse a Diretoria pretende também constituir departamentos para tratar da saúde, educação, segurança, serviços e obras, comunicação, cultura e esporte, entre outros.

São Prioridades para o planejamento dessa nova Diretoria:
Educação (apoiando a Escola Chiká nas suas demandas aceca da conclusão da obra, bem como outras necessidades assim como a Escola Saint Hilaire. Buscando outras demandas nessa área. Criar câmaras de monitoramento na Creche comunitária, retomar o telecentro).

Saúde (Engajar os integrantes do Conselho Local de Saúde com perspectiva qualificar o atendimento da saúde aos moradores).

Segurança (Buscar maneiras de qualificar mecanismos da segurança pública na comunidade, tendo em vista o número de comercio na comunidade, bem como a tranquilidade dos moradores, com parceria com oposto da BM na vila).

Esporte, Cultura  e Lazer (Otimizar e apoiar as iniciativas na área Cultural, como: ao IPEDAE e Pinheirinho; implantar ações de atenção à jovens interessados à prática de artes marciais, criação de uma academia pública aos moradores, etc.)

Assistência Social (Desenvolver projetos para desenvolver ações em benéficos da comunidade, como atenção à terceira idade, captando recurso para melhores incrementações, além de apoiara o CREAS instalado na comunidade prestando serviços da assistência social na comunidade), etc.

Participe, comparecença, ajude a divulgar!

Francisco Geovani de Sousa
Coordenador do Conselho Popular
da Lomba do Pinheiro



sábado, 22 de julho de 2017

Instituições Conveniadas da Educação Infantil Estão Sob a Mira do Marco Regulatório, o que isso altera na Vida das Crianças atendidas? Uma Reflexão a ser Feita!



Instituições conveniadas com a prefeitura de Porto Alegre, que atendem a Educação Infantil encontram-se em processo de avaliação e reflexão sobre os preceitos decorrentes do "Marco Regulatório das Organizações da Sociedade Civil", que segundo trata o tema, o mesmo tem o objetivo de "aperfeiçoar o ambiente jurídico e instrucional relacionado às Organizações da Sociedade Civil e suas relações de parceria com o Estado".  

Devido a um conjunto de preocupações e dúvidas sobre o futuro dessas instituições conveniadas na região da Lomba do Pinheiro, o Conselho Popular realizou nessa ultima quarta-feira, 19/07/2017, reunião com a direção das mesmas para tratar do assunto, e para isso convidou advogada do SECRASO para contribuir juridicamente sobre o tema. 

O debate foi denso e suscitou muitas dúvidas, preocupações e incertezas para o futuro. Diante disso foi deliberado a realização de um Seminário dia 04/08/2017, onde serão convidadas as entidades e seus educadores, além de lideranças da região para maiores esclarecimentos e encaminhamentos, onde devem ser convidados novamente a assessoria jurídica do SECRASO, CMDCA, Fórum de Entidades, CMAS, Conselho Municipal de Educação e AEPPA.

Que implicações terão? O que muda? As sedes das instituições que em sua grande maioria são espaços sedes das Associações de Moradores como permanecerá? E a rescisão eventual de funcionários antigos como ocorrerão, visto que uma das questões postas foi a de que o novo convênio só terá cobertura após as novas diretrizes dessa nova regulamentação? Esses foram alguns dos pontos de reflexão que apareceu nessa reunião do dia 19/07.

Segundo a Lei no. 13.204, de dezembro de 2015, e regulamentada pelo Decreto no. 8.726, de 27/04/2016, estabelece exigências para a seleção, celebração, execução, monitoramento, avaliação, acompanhamento e prestação de contas das parcerias; inclui novos instrumentos jurídicos (Termo de Fomento e Termo de Colaboração).

Segunda ainda as diretrizes desse Marco Regulatório, que as instituições para acessar recursos públicos, tanto a União como os Estados, o Distrito Federal e os municípios deverão observar (4) pontos detalhados que deverão constar no estatuto da organização, a saber:

1 - Nos objetivos (ou finalidades) da entidades (que geralmente aparecerem nos artigos iniciais do Estatuto), deve constar um inciso que diga estar entre os mesmos a "promoção de atividades e finalidades de relevância pública e social". 

2 - A entidade deverá ter um Conselho Fiscal, o qual, entre as suas atribuições deverá estar a de "opinar sobre os relatórios de desempenho financeiro e contábil e sobre as operações patrimoniais realizadas". No entanto não há uma definição do número de pessoas desse Conselho Fiscal.

3 - O Estatuto deverá prever que, em caso de dissolução da entidade, o patrimônio líquido seja transferido a "outra pessoa jurídica de igual natureza e que preencha os requisitos da Lei e cujo objetivo social seja, preferencialmente, o mesmo " (inciso II do artigo 33). Em tese a maioria dos estatutos já reza esse preceito, o grande receio é que possa ser recebida pelo órgão público. E as sedes que não são do poder público e muitas construídas em mutirões pelas comunidades e é sede das Associações de Moradores?

4 - Finalmente, mesmo que muitas entidades já tenham presente a prática da adoção das Normas Brasileiras de Contabilidade e o princípio da publicidade, deverá dar publicidade ao relatório de atividades e demonstração financeiras, incluídas as cedidões negativas de débito com a Previdência Social e com o FGTS, colocando-as à disposição para exame de qualquer cidadão. 

O referido Marco Regulatório está em pleno debate na Capital Gaúcha e é necessário apropriação do mesmo para que todos possam compreender os pontos positivos e negativos e conciliar o que  vier trazer prejuízo ao atendimento de centenas de crianças atualmente atendidas nessas instituições, que via de regra assume substancial parcela da responsabilidade do gestor público.

São mudanças radicais que nos desperta a irresignação e não se submeter às imposições prejudiciais ao conjunto da sociedade, como é o caso da extinção dos EJA's. São tempos novos, com maneiras novas de interagir com a coisa pública, cujo diálogo é quase zero. 

Portanto, dia 04/08/2017, das 9h às 16h, esse seminário de extrema importância para todas as instituições e lideranças da região, para a obtenção de esclarecimentos e encaminhamentos necessários ao tema.

Francisco Geovani de Sousa
Coordenador do Conselho Popular 
da Lomba do Pinheiro
  

sexta-feira, 14 de julho de 2017

Verba que seria Destinada para Melhoria da Saúde na Lomba do Pinheiro é Investida em Outros Equipamentos da Cidade



Ocorreu na noite de dessa quarta-feira 12/07/2017, reunião do Conselho Distrital de Saúde da Lomba do Pinheiro (CDS), onde lideranças da região e representantes do Conselho Local da ESF Lomba, cobraram através de documento entregue ao Coordenador do CDS, Sr. Carlos Pinheiro, um abaixo assinado com dezenas de assinaturas dessa unidade de saúde, solicitando o início da obra do novo prédio para atendimento à população. 

A brevidade dessa obra e o atendimento do apelo da comunidade é mais que justa. Já são mais de sete anos que os moradores desse território de atendimento: (Parada 8, Goiás, São Carlos, Viçosa, Primeiro de Maio, Parada 13...) são atendidos em local provisório na parada 13A. Como bem Coloca a Presidente da Associação de Moradores da Vila são Carlos, D. Teresinha Beatriz, "ninguém mais suporta esse desleixo e falta de comprometimento dos órgãos que deveriam priorizar este tipo de atendimento e não fazem nada para beneficiar a população". 

Já Existe área destina para a construção dessa unidade, bem como a planta elaborada. O descaso da Secretaria de saúde do município revolta a comunidade. O valor estimado para essa obra está na ordem de hum milhão e quinhentos mil reais e mais outros hum milhão e quatrocentos mil reais, que deve ser beneficiados em contra partidas. 

Segundo informado pelo o representante da Lomba do Pinheiro no Conselho Municipal de Saúde de Porto Alegre, o senhor Gilmar Campos, a referida verba foi desviada para complementos de obras do Hospital de Pronto Socorra da Capital, onde a mesma também contemplaria uma base do SAMU para a região.

Diante desse desfecho e prejuízo sofrido pela região, o Coordenador do CDS pediu apoio ao Conselho Popular da Lomba do Pinheiro e ao Conselho do OP, para encabeçar um movimento de desagravo a situação informada e reverter o quanto antes o recurso legitimante já conquista para o beneficio da saúde da região como um todo.

É lamentável que a gestão municipal de Porto Alegre continue fazendo pouco caso às necessidades da região como um todo, que cresce desaceleradamente e cujos os serviços ficam cada vez mais aquém das necessidades dos moradores. Será tomados as providências necessários ao caso!

Francisco Geovani de Sousa
Coordenador do Conselho Popular
da Lomba do Pinheiro 







quinta-feira, 6 de julho de 2017

Conselho Popular elege o Meio Ambiente da Lomba do Pinheiro como Tema a ser aprofundado no segundo Semetre

Na noite desta quarta-feira, 05/07/2017, lideranças da região, após importante avaliação sobre o Seminário Sobre os Impactos do Crescimento Populacional da Lomba do Pinheiro, e a Metamorfose e Rumos do Orçamento Participativo em Porto Alegre, ocorrido nos dias 28 e 29 de junho e que contou com a participação de mais de 80 pessoas, elegeu para aprofundamento no próximo semestre, o Meio ambiente como tema central e que desembocará em um grande evento em setembro próximo.

Dona de uma das mais importantes reservas ambientais da cidade, a Lomba do Pinheiro vem sofrendo paulatinamente fortes impactos do seu meio natural, com as crescentes ocupações imobiliárias, que além de afugentar a fauna viva (como bugios, aves raras e variedades de outras espécies), também é visto os impactos ambientais causados com os desmatamentos e a devastação do solo, proporcionando assoreamento de muitos vertedouros d'água, do bairro batizado como "região das nascentes" por hospedar a foz dos principais arroios da Capital Gaúcha.

Nesse rumo a ideia aprovada pelas lideranças é reforçar as atividades já encampadas pela coordenação da Horta Comunitária, que vem desenvolvendo um estudo sobre a bacia do Arroio Taquara, buscando ampliar o olhar para outros elementos importantes, como o Parque S'aint Hilarie, Barragem da Lomba do Sabão, demais arroios, áreas de preservação em silencioso desmatamento e sua fauna em processo de afugentamento.

Em setembro, o propósito é realizar um amplo debate, através de um evento onde os tema seja melhor abordado por todos, incluindo lideranças da região, alunos das diversas escolas, universidade e demais interessados ao assunto, Em breve será apresentado o programa do evento. A atividade segue o cronograma do planejamento aprovado para 2017, conforme link: https://cplombadopinheiro.blogspot.com.br/2016/11/avaliacao-das-acoes-e-planejamento-para.html .

Seguindo encaminhamentos da reunião, também foi aprovado um debate com todos instituições conveniadas e em atividades na Lomba do Pinheiro, para discutir sobre o Marco Regulatório que trata sobre a parceria dessas entidades com a prefeitura de Porto Alegre, pois podem sofrer, em breve, mudanças e provável rompimentos com esse tipo de convênio.

A mesmo ocorrerá dia 19/07/2017, a partir das 19h no Espaço Solidário da Paróquia Santa Clara, na parada dez da Lomba do Pinheiro e deve participar lideranças das comunidades e direção dessas instituições. Agendem-se e ajudem a divulgar, pois é um tema de importante relevância,

Francisco Geovani de Sousa
Coordenador do Conselho Popular 
da Lomba do Pinheiro   


terça-feira, 4 de julho de 2017

Lideranças da Lomba do Pinheiro Debateu os Impactos do Crescimento da Regão e os Rumos do OP em Porto Alegre





Ocorreu nas noites do dia 28 e 29 de junho de 20017, um importante seminário organizado pelo Conselho Popular da Lomba do Pinheiro, com apoio do OP da Lomba do Pinheiro, Plano Diretor, Fórum de Segurança, Ponto de Memória da Lomba do Pinheiro, Paróquia Santa Clara, CPCA, Uergs, Simpa, Sindespe, com o tema: Os Impactos Sociais do Crescimento Populacional da Lomba do Pinheiro, e a Metamorfose e Rumos do Orçamento Participativo de Porto Alegre.

O evento contou com participação de lideranças de todas as comunidades da Lomba do Pinheiro, de outros bairros da cidade e até da regão Metropolitana. Tando os debates da primeira noite como da segunda, foram de muita riqueza de conteúdo, onde os paleteantes foram brilhantes na exposição do assunto.  A programação, palestrantes e perfil dos participantes podem ser conferido no link: http://cplombadopinheiro.blogspot.com.br/2017/06/inscricoes-para-o-seminario-sobre-os.html.

O seminário, buscou alertar aos presentes e à cidade o quanto essa radiografia demográfica tem alterado o cotidiano milhares de moradores do bairro, cuja geografia demanda serviços para cidades de médio porte, no Estado a fora, no entanto as precariedades de políticas públicas tem afetado cada vez mais os que aqui residem, pois mesmo com a chegada de centenas de novos moradores, os serviços de atendimento à população mantem-se praticamente os mesmos. 

As consequências desse crescimento desenfreado foi muito bem aprofundado pelos palestrantes e refletido pelos participantes. É necessário um olhar vigilante sobre os movimentos de aprovação de novos empreendimentos no Conselho do Plano Diretor e sobretudo no processo desenvolvido pela Lei Consorciada, que prevê a deliberação de contra partidas em cada empreendimento implantado na região, afastando os riscos de "impactos de vizinhança". 

O Debate sobre o Orçamento Participativo, trouxe elementos do contexto histórico da sua implantação, modificações ocorridas no decorrer dos anos, tais como mudanças no Regimento Interno que proporcionou a pouca renovação de Conselheiros, a nômade-participação com inchaços em plenárias regionais do OP dando falsa conotação de público, proporcionando eleições artificiais de novos Conselheiros. 

No contraponto desse tema foi ponderado o atraso de execução das demandas e sobre as necessidades, conforme trazido pelo Secretário Adjunto Carlos Siege, de priorizar essas demandas e detrimento de hierarquização de novas obras. Os dois temas propostos para o seminário, foram de muita relevância e o conteúdo trazido, de muito proveito e esclarecedor aos inscritos ao evento.

O público presente, junto com os palestrantes protagonizaram um grande evento e necessário para o desenvolver de um olhar atento para o contexto da região da Lomba do Pinheiro. Principalmente para subsidiar de conhecimento as lideranças da região visando um melhor planejamento de ações que beneficie o desenvolvimento do bairro como um todo. 

O evento que contou com importantes parcerias acima relacionadas, teve a certificação dos inscritos e presentes nos dois dias consecutivos, emitido pela Uergs como Extensão Universitária. Também foi feito homenagem aos ex-conselheiros do OP, localizados e presentes na segunda noite. O Seminário teve uma importante repercussão, reconhecimento e ótima avaliação pelos participantes.

Sem dúvida, é mais uma importante inciativa organizada pelo Conselho Popular juntamente com os demais seguimentos organizados da região, que demonstra a permanente preocupação com a qualidade vida os habitantes do Bairro em geral.

Parabéns aos que ajudaram organizar, os que não mediram esforços em apoiar, os palestrantes que cederam o seu tempo e conhecimento para contribuir nas apresentações dos temas, e principalmente os inscritos que valorizaram o chamado ao debate, enriquecendo as reflexões feitas.

Francisco Geovani de Sousa
Coordenador do Conselho Popular  
da Lomba do Pinheiro

sexta-feira, 23 de junho de 2017

Inscrições para o Seminário Sobre os Impactos do Crescimento Populacional da Lomba do Pinheiro tem Elevada Adesão




Encerrou-se nesta sexta-feira 23/06/2017, o prazo para a efetivação das inscrições para participação no Seminário Sobre os Impactos Sociais do Crescimento Populacional da Lomba do Pinheiro, e a Metamorfose e Rumos do Orçamento Participativo em Porto Alegre, obteve uma ótima aceitação por parte das lideranças e moradores da Região, bem como de demais cantos da cidade e região metropolitana, atingindo mais de uma centena de inscrições.

O evento marcado para os dias 28 e 29 de junho, cuja programação e palestrantes podem ser conferidos no link: http://cplombadopinheiro.blogspot.com.br/2017/06/faca-sua-inscricao-para-o-seminario.html, tem por objetivo refletir e discutir com os atores sociais envolvidos ou não no movimento popular da Lomba do Pinheiro, aprofundando a atual realidade geográfica e populacional do bairro, bem como do Orçamento Participativo, para a partir da análise feita propor alternativas à realidade. 

As inscrições contemplam interessados de todos os seguimentos organizados da região, de forma equivalente. Destes 19,8% se identificaram como membros do Conselho Popular e com o mesmo percentual membros de Associações de Moradores. Integrantes do Orçamento Participativo (delegados e conselheiros) soma-se 18,1%. Representantes do Conselho Distrital de saúde são 15,5% e seguindo de 8,6% dos que participam do Conselho do Plano Diretor da Região. Com o mesmo percentual: 5,2% estão os inscritos pelo Fórum de Segurança e do CORAS. Pessoas independentes de algum segmento soma um total de 27,6%.

Seguindo na análise do perfil dos inscritos, são as mulheres que tem o maior número de inscrições, com 58,3%, conforme o gráfico abaixo: 
    
Com relação a Faixa etária dos participantes também está bem distribuído, sendo: 27,2% entre 46 e 55 anos; 24,3% entre 25 e 35 anos; 23,3% entre 56  e 65 anos, 20,4% na faixa etária dos 36 e 45 anos. Dados podem ser conferidos no gráfico abaixo:

Referente ao Grau de Instrução dos participantes 63,2% obtém curso superior (incluindo graduados, com especializações, mestrado e doutorados); 17,9% com Ensino Médio Completo. Abaixo segue a demonstração no gráfico:

As localidades onde residem os inscritos, também é muito relevante. São de todas comunidades da região e também de vários lugares da Capital e até da região metropolitana. Abaixo temos o gráfico ilustrativo, onde além dos do território objeto do debate, 34,5% são de outros lugares. 

Mais uma vez o Conselho Popular da Lomba do Pinheiro, acerta na agenda e no tempo com a promoção de debates com temas relevantes e ao interesse dos moradores da região. Parabéns a todos os inscritos e os que reconhecem e dão credibilidade nessa instância de organização popular, com o seu presente e ousado protagonismo em defesa do bem comum. 

São todos bem vindos aos dias 28 e 29 de junho, para essa grande atividade, onde o resultado do mesmo será consequência da atuação e participação de cada um e cada uma. Compareçam, pois no final dos dois dias, todos serão certificados pela Uergs como atividade de Extensão Universitária. 

Francisco Geovani de Sousa
Coordenador do Conselho Popular
da Lomba do Pinheiro 

Retorno da SEDUC para a Maria Cristina Chiká deixa Direção da Escola e Comunidade em Alerta


Conforme acertado na reunião realizada anteriormente com a SEDUC, http://cplombadopinheiro.blogspot.com.br/2017/06/escola-maria-cristina-chika-sofre-com-o.html, na sexta-feira 16/06/2017, a direção da Escola Maria Cristina Chiká, representada pela professora Tatiana Carvalho juntamente com o Conselho Popular da Lomba do Pinheiro, representado pela professora Patrícia Remião, estiveram novamente na Seduc, onde foram recebidas pela professora Maria  Luíza que é coordenadora da 1a. CRE, cujo objetivo era obter o retorno dessa conversa realizada em 13/06/2017, quanto aos andamentos acerca da obra estagnada e sem conclusão, há anos.

Na ocasião foi informado pela senhora Maria Luíza, que será liberado um recurso para a Escola, por parte do BIRD que será subdividido em duas partes: sendo um para a reforma e outro para a manutenção, cuja lista contendo as prioridades da escola deve ser entregue até 20/06/2017; o outro será investido na construção da subestação de energia e conclusão das obras paradas.

Para a demanda inicial de reforma e reparos a ser aplicados na elétrica, telhados, e manutenção geral da estrutura que já se encontra sendo utilizado, foi liberado vinte sete mil reais (R$ 27.000,00). 

Segundo relata a professora Maria Luíza, coordenador da 1a. CRE, a entrega dessa obra deve ocorrer o mais breve possível, bem como o envio de um relatório ao Bird, até o dia 30/06/17, conforme consta no site da Seduc, onde o mesmo contenha informações atualizadas para que seja procedido o depósito do valor correspondente à conclusão da construção da Escola.

Comunidade escolar e lideranças da região continuará atentos à essa realdade para que essas dificuldades enfrentadas pela escola se concretizem o mais breve possível. 

Francisco Geovani de Sousa
Coordenador do Conselho Popular
da Lomba do Pinheiro 

sexta-feira, 16 de junho de 2017

Faça Sua Inscrição Para o Seminário Sobre o Crescimento Populacional da Lomba do Pinheiro

Já estão sendo feitas as inscrições para o Seminário Sobre os Impactos do Crescimento Populacional da Lomba do Pinheiro, e a Metamorfose e Rumos do Orçamento Participativo em Porto Alegre, que ocorrerá nos dias 28 e 29 de junho de 2017, a partir das 19h no Auditório de CPCA, na parada 10 da Lomba do Pinheiro

Sua inscrição pode ser feita por este link: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSfp5PbnP67R5GKdSCV1Te0AiY4r4jqareIivUXCTPN-F3XNtQ/viewform ou ainda no link ao lado direito superior deste blog, conforme pode ser visto.

O prazo para as inscrições ocorre até o dia 23/07/2017, cujas vagas são limitadas. Aproveite e faça a sua. Confira abaixo a programação:

PROGRAMAÇÃO dia 28/06/2017 EIXO I: Os Impactos Sociais do Crescimento Populacional da Lomba do Pinheiro: o mesmo ocorrerá com intervenção de palestrantes em três momentos: 

1) Proporcionar um aprofundamento do diagnóstico da realidade atual do bairro (sua geografia com limites do bairro, dados demográficos e sua forma de organização). Palestrante: Professora Tavama Nunes dos Santos – Historiadora; Mestre em História; Diretora Adjunta da Escola Municipal Afonso Guerreiro Lima. 

2) Abordará dados com indicadores sócio econômicos da região e seus contrastes sociais com relação aos demais bairros da cidade. Palestrante: Dão Real Pereira dos Santos – Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil em Porto Alegre/RS; Inspetoria da Receita Federal do Brasil em Porto Alegre/RS; Superintendência da Receita Federal na 10ª Região Fiscal. 

3) Neste ponto teremos uma abordagem sobre os aspectos aprofundados pelo “Projeto Lomba do Futuro” através do Grupo de Planejamento Local (GPL), que foi a experiência Piloto desenvolvido na região quando da mudança do Plano Diretor da Capital Gaúcha (no final da Década dos anos 90 e n o i n í c i o d o s a n o s 2 0 0 0 ), o n d e s e r á contextualizado o momento do início do levantamento do GPL com suas variáveis e propostas, a evolução a partir desse momento (empreendimentos já em curso e habitados), bem como visualizar perspectivas futuras (informações de deliberações do Atual Conselho, aprovação de empreendimentos a serem implementados e análise das possíveis mudanças da dinâmica do Plano Diretor). Palaestrante: Cléa Beatriz Hauschild de Oliveira - Arquiteta, servidora municipal da Secretaria Municipal do Planejamento (SPM) aposentada, uma das coordenadoras do“Projeto Lomba do Futuro". 

PROGRAMAÇÃO DIA 29/06/2017 EIXO II A Metamorfose e Rumos do Orçamento Participativo em Porto Alegre: Também ocorrerá com intervenção dos palestrantes em três momentos: 

1) Nesta contribuição será oportunizado o conhecimento acerca do surgimento do OP em Porto Alegre, os seus objetivos principais, bem como sobre a sua metodologia de funcionamento no seu início e as repercussões positivas e que dificuldades que porventura existiram na implantação desse modelo de democracia participativa. Palestrante: Olívio Dutra - Ex-prefeito de Porto Alegre e Ex- governador do Rio Grande Sul. 

2) Neste ponto será abordado sobre a forma de estrutura do OP com seus ciclos, perspectivas, desafios e o que mudou ao logo da sua existência, apontando fatores positivos e suas nuances de fragilidades no momento atual. Palestrante: Luciano Fedozzi - PPG Sociologia da UFRGS, primeiro coordenador do OP em Porto Alegre, Historiador e pesquisador sobre o tema. 

3) Neste item do debate, que será abordado pelo gestor municipal atual, será apresentado como esse mecanismo de priorização de demandas e democracia participativa se encontra atualmente, apontando se tem fatores inovadores de aperfeiçoamento e como se estrutura esse mecanismo atualmente. Palestrante: Carlos Siegle - Secretário Adjunto da Secretaria de Assuntos Institucionais da Prefeitura de Porto Alegre. 

Agilize-se a faça logo a sua e aproveite essa importante oportunidade de contribuir neste debate relevante para a Região da Lomba do Pinheiro e da cidade. 

Francisco Geovani de Sousa
Coordenador do Conselho Popular
da Lomba do Pinheiro



terça-feira, 13 de junho de 2017

Escola Maria Cristina Chiká sofre com o Descaso da Burocracia Governamental e Obras Não concluidas




Na manhã desta terça-feira (13/06/2016), a Vice Diretora Tatiana Carvalho e Surpervisora Educacional Marlise, da Escola Maria Cristina Chiká, situada parada 16 da Lomba do Pinheiro, acompanhadas de assessorias do Vereador Oliboni, da Deputada Stela Farias e lideranças da região, fizeram-se presentes na 1ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE), em reunião com a Professora Maria Luíza, para cobrar agilidade na obra de infra-estrutura dessa Escola, atrasada há mais de cinco anos e em precárias condições de atendimento devido as ultimas chuvas.

A Escola Marai Cristina Chiká é uma das mais antigas da Região. Inaugurada em 1979, cujos prédios eram de estruturas de madeira denominada "brizoletas" e nos últimos tempos já não suportava mais um bom atendimento aos alunos e se apresentava com severos riscos a integridade física dos que ali circulavam e trabalhavam, pois ameaçavam desmoronar devido à ação do tempo.

Decorrente de muitas lutas de lideranças da Região, Direção da Escola e Comunidade Escolar, em 2013 a região recebe notícia da reforma da mesma, por financiamento do BIRD, e no ano seguinte (em julho de 2014) suas obras são iniciadas e a partir desse momento o que deveria resultar em alegria para os beneficiados, virou um verdadeiro pesadelo aos funcionários desse estabelecimento  e estendido à comunidade como um todo, pois a obra não avançou com a agilidade esperada.

Para adequar o atendimento, concomitante com o desenvolver da referida reforma, foi necessário improvisar instalações em salas antigas e com os mesmo riscos originais, e outras três salas emergenciais (contêineres), situação que já perduram cerca de cinco anos a fio. Sem contar que alunos e demais transeuntes que correm riscos de choques elétricos, visto a existência de fiações desencapadas, problemas exaustivamente salientados às autoridades competentes, feitas pela direção.

Fora isso, os impactos do crescimento demográfico da região, ensejou a necessidade da direção em adequar a demanda em quatro horários distintos: manhã das 7h30' às 11h, intermediários 11h às 14h30', tarde das 14h30' às 18h, e noite das 18h30' às 22h, tudo ocorrendo sem o direito do recreio. Essa distribuição de horários fere frontalmente o que preconiza a LDB no que concerne a carga horária/aula exigida para o ano letivo dos alunos.

São cinco anos que se arrastam e nada da obra concluída. Mesmo tempo em que a direção junto com  os demais seguimentos da comunidade, cobram agilidade e salientam as precárias condições que os profissionais da Escola trabalham, bem como a qualidade do atendimento em que os seus alunos são acomodados. As respostas sempre são evasivas e sem consequências necessários ao findo dessa reforma.

É lamentável ouvir numa das respostas como a que ocorreu nesta manhã, de que: "cada um faz o que quer (setor de obras e engenheiros) que trabalham com má vontade. São todos cargos políticos (CC's). Cada vez que troca uma gestão de diretoria, a nova equipe leva um tempo se inteirando dos assuntos para depois agir e somente quando podem é que fazem alguma coisa", Este é um desabafo, segundo relata Viviane Guedes do setor de obras da 1ª CRE.

Enquanto isso quem padece é a região, profissionais e comunidade escolar. Essa burocracia e falta de vontade política é um dos principais entraves para a agilidade dessa importante obra para a Lomba do Pinheiro. É na instalação elétrica da obra onde reside outra dificuldade, pois o incompetente planejamento feito não previu que a carga elétrica necessitaria de uma sub estação de eletricidade que até o momento não foi feita, resultando na impossibilidade de utilização de salas de aulas já prontas.

Como bem diz a Vice Diretora Tatiana, sorte do Estado que ainda não sofreu uma representação dos professores, decorrente da sua sobrecarga de trabalho, que se dedicam em mais uma hora trabalhada para dar conta da distribuição desses períodos de horários e beneficiar os alunos matriculados.

Como encaminhamento desta reunião, segundo informou a Coordenadora da 1ª CRE, a senhora Maria Luiza de Moraes, que diz: "esta fazendo o que pode, e que tem coisas que não depende dela e empacam em outros setores", se compromete, nesta ocasião, que na próxima sexta-feira (16/06/2017) dará um retorno à Direção da escola, diante das reivindicações feitas.

Foi alertado à Coordenadora que se não houver um retorno plausível, dito pelos presentes, que a região se mobilizará em amplo movimento para denunciar esses descasos à sociedade portalegrense.
É necessários que todos saibam as condições insalubres que os alunos são acomodados e as precárias condições de trabalho oferecida aos profissionais dessa Escola, não tem mais como ficar adiando.

Todos devem ficar atentos, a Direção da Escola pede socorro e toda a região deve se somar para ajuda-la nessa importante luta pela conclusão das obras, qualificação do atendimento à comunidade e valorização dos trabalhadores da Educação que ali dedicam seus compromissos com os alunos.

Francisco Geovani de Sousa
Coordenador do Conselho Popular
da Lomba do Pinheiro

  

quinta-feira, 8 de junho de 2017

Lomba do Pinheiro realizará Pré Conferência da Assistência Social dia 23 de Junho




Na tarde deste ultima dia 06/06/2017 a Comissão de organização da Pré-Conferência da Assistência Social da Lomba do Pinheiro, realizou reunião para providenciar encaminhamentos para o referido evento, que ocorrerá no dia 23/06/2017, a partir das 13 horas no Centro de Promoção da Criança e do Adolescente (CPCA), na parada 10.

Toda rede socioassistencial da região está convidada para debater os seguintes eixos dessa pre-conferência:

=> A proteção Social não-contributiva e o princípio da equidade como paradigma para a gestão dos direitos socioassistenciais;
=> Gestão democrática e o controle social: o lugar da sociedade civil no SUAS;
=> Acesso às seguranças socioassistenciais e a articulação entre serviços, benefícios e transferência de renda como garantia de direitos socioassistenciais;
=> A legislação como instrumento para uma gestão de compromissos e corresponsabilidades dos entes federativos para a garantia dos direitos socioassistenciais.

O objetivo dos informes do CNAS é o de nortear os Conselhos Municipais, Estaduais e do DF na realização de boas conferências e consequentemente a 11a. Conferência Nacional, assegurando que o processo conferencial reflita a realidade, demandas e expectativas de todos os atores da Política de Assistência Social

Esse debate ocorrerá em todas a regiões da cidade de Porto Alegre num momento que a conjuntura expressa inteira mobilização de todos os seguimentos da cidade, devido os desmontes e precarização das políticas públicas na capital Gaúcha. Razão pela qual ensejou uma ampla mobilização no ultimo dia 30 de maio, quando foi realizada uma grande audiência pública denunciando esta realidade.

A participação de todos e toas é muito importante neste momento da pré-conferência, portanto, se agende  e ajude a divulgar, salienta a Coordenadora do CORAS da Lomba do Pinheiro, a senhora Walquiria Lima.

Francisco Geovani de Sousa
Coordenador do Conselho Popular
da Lomba do Pinheiro

quarta-feira, 7 de junho de 2017

Conselho Popular debaterá Impactos Sociais do Crescimento Populacional da Região em Seminário



Na noite desta quarta-feira 07/06/2017, lideranças da Lomba do Pinheiro concluiu encaminhamentos finais dos encaminhamentos para o Seminário Sobre os Impactos Sociais do Crescimento da População da Lomba do Pinheiro, e a Metamorfose e Rumos do Orçamento Participativo em Porto Alegre.

O mesmo é dirigido para atores sociais das diversas comunidades da Lomba do Pinheiro: dirigentes de Associações e instituições; comunidades da Paróquia Santa Clara; coordenação de Conselhos; Fóruns; Conselheiros e Delegados do OP; do Plano Diretor, Fórum de Segurança, CORAS, jovens representando as escolas da região, empresários da região e demais interessados.

Tem por objetivo proporcionar aos atores sociais envolvidos ou não no movimento popular da Lomba do Pinheiro, aprofundamento sobre a atual realidade geográfica e populacional da região da  Lomba do Pinheiro, bem como do Orçamento Participativo, para a partir da análise feita pelos convidados e participantes do evento, propor alternativas à realidade. 

O Seminário será desenvolvido em duas noites consecutivas, contando com três palestrantes para cada noite, de acordo com os seguintes eixos: no dia 28/06/2017, será abordado - Os impactos do Crescimento Populacional da Lomba do Pinheiro; e, no dia 29/06/2017, será aprofundado o tema: A Metamorfose e Rumos do Orçamento Participativo em Porto Alegre. 

A programação do Primeiro dia (28/06/2017), no eixo I: Os Impactos Sociais do Crescimento Populacional da Lomba do Pinheiro contará com os seguintes Debatedores: 

=> Professora Tavama Nunes dos Santos - Historiadora; Metre em História; Diretora Adjunta da Escola Municipal Afonso Guerreiro Lima.
=> Dão Real Pereira dos Santos - Auditor da Receita Federal do Brasil em Porto Alegre/RS; Inspetoria da Receita Federal do Brasil em Porto Alegre; Superintendência da Receita Federal na 10 Região Fiscal.
=> Cléa Beatriz Hauschild de Oliveira - Arquiteta; servidora municipal da Secretaria Municipal do Planejamento (SPM) aposentada; uma das coordenadoras do "Projeto Lomba do Futuro" - Gripo de Planejamento Local (GPL). 

Na segunda noite (29/06/2017), no eixo II - A Metamorfose e Rumos do Orçamento Participativo em Porto Alegre, os debatedores são:

=> Olívio Dutra - Ex-Prefeito de Porto Alegre e Ex - Governador do Rio Grande do Sul.
=> Luciano Fedozzi - PPG sociologia da UFRGS; primeiro coordenador do OP em Porto Alegre.
=> Carlos Siegle - Secretário Adjunto da Secretaria de Assuntos Institucionais da Prefeitura de Porto Alegre.

O Evento ocorrerá nas duas noites consecutivas, no auditório do Centro de Promoção da Criança e do Adolescente (CPCA), situado na Estrada João de Oliviera Remião, 4444 - parada dez da Lomba do Pinheiro, entre as 19 horas e 22 horas. Mais informações sobre a programação acesse o link: http://cplombadopinheiro.blogspot.com.br/2017/05/seminario-sobre-o-crescimento-da.html.

Os participantes do seminário inscritos e comparecimento nos dois dias do evento terão direito a certificados, fornecido pala Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (Uergs), como Extensão Universitária. A ficha de inscrição pode ser acessada no link: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSfp5PbnP67R5GKdSCV1Te0AiY4r4jqareIivUXCTPN-F3XNtQ/viewform, ou no link situado no lado superior direito deste blog, sob uma taxa de R$ 5,00 e as mesmas são limitadas.

As mesmas estão disponíveis a partir do dia 07/06/2017 e se encerram no dia 23/06/2017. Faça a sua inscrição e garanta sua participação e contribuição com esse importante debate para a região da Lomba do Pinheiro. 

No dia 29/06/2017, serão homenageados os ex-conselheiros do Orçamento Participativo na Região desde o seu princípio, como forma de reconhecimento pela militância desenvolvida em beneficio do nosso bairro. Participe e seja mais um protagonista e construtor da história viva da região. 

Francisco Geovani de Sousa
Coordenador do Conselho Popular 
da Lomba do Pinheiro